Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 

SAC: 0800 -772 3030   |
HTML do menu mobile
Navegar para Cima

Skip Navigation LinksMedico-cooperado-da-Unimed-Pinda-publica-livro-sobre-a-historia-da-cidade

Cooperado da Unimed Pinda publica livro sobre a história da cidade

Cooperativa entrevista médico sobre sua obra

14/12/2020 17:32 | Última Atualização 14/12/2020 18:32

​O médico literato José Lelis Nogueira, autor membro da Academia Pindamonhangabense de Letras (APL) e cooperado da Unimed Pinda publicou uma importante obra literária referente à origem de sua terra natal.  

Além de publicar o livro "Emílio Ribas - O Guerreiro da Saúde", em que registra a biografia de um ilustre cidadão de Pindamonhangaba, Dr. José escreveu agora sobre algumas histórias da cidade de Pindamonhagaba.  
 
A Cooperativa realizou uma entrevista com o cooperado sobre a recente publicação. Confira abaixo:  
 
Unimed Pinda - Doutor, nos fale um pouco mais sobre o senhor. 
Dr. José Lelis - É uma coisa difícil a gente falar sobre a gente, né? Mas nessa circunstância, tenho que falar alguma coisa. Eu sou médico, pratico a homeopatia no meu consultório e a medicina ocupacional onde eu coordeno na Unimed, o departamento de Saúde Ocupacional. 
 
Das coisas que eu posso dizer, tenho interesse por história há muito tempo. Não só pela história de Pinda, mas pela história em geral. Tenho editado um livro histórico sobre a vida do Dr. Emílio Ribas, a biografia do Emílio Ribas e outros tantos artigos sobre história, particularmente a história local. 
 
Uma coisa que eu quero registrar, como algo que muito me orgulha, é o fato de eu ter sugerido o nome do Hospital da Unimed, para Hospital 10 de Julho. Como nasceu essa ideia? Tinha um consultório junto, na época, com Dr. Carlos Morgado e ele me perguntou, como historiador, que nome eu daria. Falei para ele que não tinha dúvidas de que a cidade tinha que ser homenageada. Aquele edifício já foi Hospital Pindamonhangaba. Colocá-lo como Hospital Pindamonhangaba talvez não fosse o mais adequado naquele momento, porque o proprietário do hospital era e é outro, mas uma homenagem que se pode fazer é colocar Hospital 10 de Julho. Isso homenagearia uma data que Pindamonhangaba foi emancipada de Taubaté, que ocorreu no dia 10 de julho de 1705, por ato da Rainha Dona Catarina, de Portugal. 
 
Morgado gostou da ideia e fez um lobby político entre vários colegas. Foi uma chuva de sugestão e hoje nós temos consagrado esse hospital que nos orgulha muito. 
  
Unimed Pinda - Qual é o nome do livro e quando foi lançado? 
Dr. José Lelis - “História de Pindamonhangaba – Resenha para iniciantes”. Chamo de resenha para iniciantes, já que, na verdade, fui aluno do professor Waldomiro Benedito de Abreu, o maior pesquisador da história local, autor do livro “Pindamonhangaba Tempo e Face”, resolvi, junto a ele, que faria um resumo sobre o trabalho extenso que ele fez, que é de difícil leitura para quem não está habituado a ler, o resumo teve esse propósito. Já havia anteriormente editado um resumo semelhante, chamado “Alicerces de Pindamonhangaba”. Agora eu reedito esses alicerces acrescentado de um escorço biográfico do padre João de Faria Fialho, que foi o fundador da freguesia de Nossa Senhora do Bonsucesso, a qual deu origem a esse povoado que adensou e se emancipou em 10 de julho de 1705. 
 
Unimed Pinda - Poderia nos contar um pouco mais sobre a obra e sua paixão por Pinda? 
Dr. José Lelis - A obra, como já disse, é um resumo histórico para facilitar, para estudantes e iniciantes, a compreensão da história local. 
 
Pindamonhangaba não teve um ato oficial de fundação, não houve aqui uma autorização para se fundar uma vila, como Taubaté, por exemplo, quando Jaques Felix recebeu essa autorização do donatário da capitania de São Vicente e fundou Taubaté por ordem expressa de um documento. 
 
Pindamonhangaba era um bairro de Taubaté, que podemos dizer que se rebelou e se emancipou como diz o dr. Waldomiro em sua obra: “na marra”, porque na época não se podia fundar uma outra vila a menos de cinco léguas de uma vila já formada. Assim é o resumo dessa história. 
 
Com relação a minha paixão por Pindamonhangaba, posso dizer que nasci aqui, tenho minha vida aqui e como todo filho da terra, de qualquer terra, tem sua paixão pelo local onde nasceu. Aqui eu consegui promover alguma coisa histórica e como já disse, escrevi uma biografia do Doutor Emílio Marcondes Ribas e, por um esforço pessoal, consegui que o Estado de São Paulo proclamasse o Emilio Ribas como patrono da Saúde do Estado de São Paulo. Isso é um orgulho para nós.  
 
Unimed Pinda - Gostaria de deixar uma mensagem final? 
Dr. José Lelis - A mensagem é uma mensagem de otimismo, porque nós precisamos avançar sempre: avançar espiritualmente, principalmente. Tudo que fazemos, nós temos um único objetivo, que é crescer nessa escala espiritual. Nós temos, como cidadãos que viveram em Pindamonhangaba, grandes exemplos, peço autorização aos que me leem para, em nome de um único médico pindense, reverenciar a todos os colegas dessa terra, Emílio Marcondes Ribas. 
 
Doutor Emilio Ribas nasceu em Pindamonhangaba, aqui fez seus estudos e em 1887 se formou médico no Rio de Janeiro, muito jovem. Voltou à Pinda, ficou pouco tempo, casou-se e foi para lugares distantes, próximos a Jaú e lá começou seu grande trabalho no combate à febre amarela. Cresceu tanto seu trabalho que o estado acabou levando-o ao mais alto cargo de Diretor Sanitário do Estado de São Paulo, o que corresponde hoje ao cargo de Secretário de Estado da Saúde, e lá ficou por 19 anos. Nesses 19 anos atuou em todos os ramos que a medicina da época exigia em termos de ação sanitária: atuou na febre amarela, lepra, hoje chamamos de hanseníase, da tuberculose, da febre tifoide, enfim, tudo que naquela época era muito difícil o combate. Emilio Ribas foi um pioneiro e grande nome, que hoje o estado de São Paulo reconhece como patrono da saúde do estado. 
Outras Notícias

 

 

Unimed Sorocaba realiza aula de pós-graduação em APShttp://portalantigo.unimedfesp.coop.br/unimed-sorocaba-realiza-aula-inaugural-de-pos-graduação-em-atencao-primaria-a-saudeUnimed Sorocaba realiza aula de pós-graduação em APS
TESTE 2http://portalantigo.unimedfesp.coop.br/teste-2TESTE 2
SAC Presencial está de casa novahttp://portalantigo.unimedfesp.coop.br/sac-presencial-esta-de-casa-novaSAC Presencial está de casa nova
Oficinas de MBE iniciam os estudos de 2016http://portalantigo.unimedfesp.coop.br/oficinas-de-mbe-iniciam-os-estudos-de-2016Oficinas de MBE iniciam os estudos de 2016

+ Ver todas as notícias

COPYRIGHT

Copyright © 2019 - Unimedfesp.com.br - Aviso geral de privacidade e proteção de dados Rua José Getúlio, 78/90 - Aclimação - São Paulo - SP - CEP 01509-000 - Tel:(11)2146-2500 

CERTIFICAÇÃO

Unimed Fesp 2016