Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 

SAC: 0800 -772 3030   |
HTML do menu mobile
Navegar para Cima

Skip Navigation LinksMedico-da-Unimed-Franca-fala-sobre-saude-do-homem-

Médico da Unimed Franca fala sobre saúde do homem

Dr. aborda a importância da prevenção do câncer de próstata

04/11/2020 11:51 | Última Atualização 04/11/2020 12:51

​Novembro chegou e, com ele, o momento de abordar um tema muito importante: a saúde do homem. Isso porque estamos no Mês de Prevenção ao Câncer de Próstata, quando acontece a campanha de conscientização a respeito das doenças masculinas, com ênfase na prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata. Para abordar o tema, a Unimed Franca convidou o médico urologista Dr. José Carlos Inácio.  

Para o especialista, ter um mês específico para falar sobre a saúde do homem é extremamente positivo. “Essa iniciativa promove mudanças de comportamento dos homens para que incorporem o hábito de consultar um médico e realizar os exames preventivos. A falta de informação, o preconceito e a vergonha são algumas das razões que levam o público masculino a deixar de lado procedimentos simples, rápidos, indolores e fundamentais para identificar doenças em estágio inicial, como é o caso do câncer de próstata que, através do diagnóstico precoce, tem seu tratamento mais eficiente, resolutivo e, em muitos casos, até curativo, já que o índice de cura pode chegar a 90%”, explica. 
 
Porém, ainda segundo o Dr. José Carlos, mesmo com as constantes campanhas de prevenção e alerta para a realização dos exames que podem detectar o câncer de próstata em estágio inicial, muitos homens ainda relutam em seguir as recomendações do rastreamento. “Se prevenir contra doenças é muito importante independentemente do sexo e da faixa etária, e é para isso que são realizados os exames preventivos, sempre recomendados pelo médico em consultas de rotina e check-ups”, comenta. 
 
A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que os homens a partir de 50 anos, mesmo sem apresentar sintomas, procurem um profissional especializado para avaliação individualizada com o objetivo de prevenir o câncer de próstata. “No caso de grupos de risco, que são pacientes de raça negra, com hereditariedade para neoplasia, ou seja, que tiver parentes de primeiro grau com câncer de próstata, devem começar seus 
exames mais precocemente, a partir dos 45 anos. Após os 75 anos, somente homens com perspectiva de vida maior do que 10 anos poderão fazer essa avaliação”, esclarece o médico. 
 
De acordo com o Dr. José Carlos, no estágio inicial, o câncer de próstata normalmente não apresenta sintomas, por isso a necessidade do rastreamento periódico. “Nas fases mais adiantadas, os sinais da doença podem, em geral, confundir com o crescimento normal e benigno da próstata. Já em fase mais avançada, os sinais são bem específicos e incluem dificuldade de urinar ou interromper o jato de urina, urinar em gotas ou em jatos sucessivos, urinar mais de três vezes durante a noite, necessidade de urinar imediatamente, dor ao urinar e presença de sangue na urina ou no esperma. Quando o estado é mais avançado ainda, aparecem dores ósseas, principalmente na coluna, que podem sugerir metástase”, alerta. 
 
Na maioria dos casos, o diagnóstico do câncer de próstata é realizado no momento do rastreamento da doença por meio da dosagem do antígeno prostático específico, o PSA, e também durante do exame de toque retal. Quando existe suspeita de câncer, outros exames são solicitados, mas o diagnóstico final é feito com base em uma biópsia. 
 
Ainda de acordo com o médico, as opções de tratamento dependem de vários fatores, entre eles o grau de comprometimento ou estágio da doença, idade do paciente e expectativa de vida, além de outras condições de saúde e patologias que contraindiquem um tratamento cirúrgico. “As principais opções de tratamento para homens com câncer de próstata podem incluir um simples acompanhamento da evolução da doença a procedimentos cirúrgicos, radioterapia, hormoniot​erapia e quimioterapia”, conclui. 
 
As opções para prevenção e controle da saúde são simples e podem ser facilmente incorporadas em qualquer rotina, incluindo a adoção de hábitos saudáveis e uma visita ao médico anualmente, ou sempre que achar necessário. Essas dicas não valem apenas para homens com mais de 45 ou 50 anos, os mais jovens também estão suscetíveis a doenças, incluindo o câncer de próstata. Por isso, se cuidar ainda é o melhor remédio. 
Outras Notícias

 

 

Unimed Sorocaba realiza aula de pós-graduação em APShttp://portalantigo.unimedfesp.coop.br/unimed-sorocaba-realiza-aula-inaugural-de-pos-graduação-em-atencao-primaria-a-saudeUnimed Sorocaba realiza aula de pós-graduação em APS
TESTE 2http://portalantigo.unimedfesp.coop.br/teste-2TESTE 2
SAC Presencial está de casa novahttp://portalantigo.unimedfesp.coop.br/sac-presencial-esta-de-casa-novaSAC Presencial está de casa nova
Oficinas de MBE iniciam os estudos de 2016http://portalantigo.unimedfesp.coop.br/oficinas-de-mbe-iniciam-os-estudos-de-2016Oficinas de MBE iniciam os estudos de 2016

+ Ver todas as notícias

COPYRIGHT

Copyright © 2019 - Unimedfesp.com.br - Aviso geral de privacidade e proteção de dados Rua José Getúlio, 78/90 - Aclimação - São Paulo - SP - CEP 01509-000 - Tel:(11)2146-2500 

CERTIFICAÇÃO

Unimed Fesp 2016