Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 

SAC: 0800 -772 3030   |
HTML do menu mobile
Navegar para Cima

Skip Navigation LinksPaciente-da-Unimed-Catanduva-vence-a-Covid-19-e-conhece-filha-apos-8-dias-

Paciente da Unimed Catanduva vence a Covid-19 e conhece filha após dias

Grávida ficou 16 dias em coma e teve a gestação interrompida

14/09/2020 11:27 | Última Atualização 14/09/2020 11:30

​​​Internada no Hospital Unimed São Domingos (HUSD), da Unimed Catanduva, a dona de casa Daiane Cristina da Cruz, de 32 anos, recebeu alta no dia 10 de setembro, após 27 dias de luta contra a Covid-19. A paciente estava rodeada de carinho e aplausos por toda a equipe da unidade hospitalar. 

Além de lutar pela própria vida, Daiane foi a primeira paciente grávida diagnosticada com Covid-19 no hospital. A jovem foi internada no dia 14 de agosto e ficou em coma por dia 16 dias. No último dia 1º, com 27 semanas e quatro dias de gestação, teve de interromper a gestação para dar à luz a pequena Ayla Vitória. A cesárea foi necessária para priorizar a vida de ambas.
 
Mãe e filha se conhecerem após oito dias. “No começo não havia entendido o que aconteceu comigo. Após vê-la, fiquei muito feliz. Eu venci a Covid-19 e, graças a Deus, estou bem. Fiquei alguns dias intubada com uma lesão grave no pulmão, mas me recuperei. Agora, nossa próxima etapa é buscar nossa princesa Ayla”, disse Daiane.
 
Para o pai José Marcos da Silva, este é mais um desafio que a família irá vencer. Ele e a outra filha do casal, Anahi Vitória, de 9 anos, também tiveram Covid-19, mas com sintomas leves.  “No começo foi tudo muito difícil, conseguia notícias somente por telefone. Com auxílio de toda equipe, principalmente do Dr. Braz e da psicóloga Renata, tivemos muita tranquilidade e, com fé e esperança, estamos confiantes. Todos os profissionais estão de parabéns. Desde a portaria até a limpeza, todos os setores”, disse José.

A primogênita do casal, Anahi, tem autismo. “A Anahi também é especial. Descobrimos que ela tem autismo aos 2 anos de idade e, com muito apoio e cuidados médicos, ela evoluiu positivamente”, disse a mãe.

Quadro estável
A pequena Ayla Vitória, diferentemente da mãe, não teve Covid-19. Ela nasceu com 35 centímetros, pesando 1,2kg. Seu quadro é considerado estável e segue com cuidados intensivos de suporte à vida na Unidade de Terapia Intensiva Infantil. 
Outras Notícias

 

 

Unimed Sorocaba realiza aula de pós-graduação em APShttp://portalantigo.unimedfesp.coop.br/unimed-sorocaba-realiza-aula-inaugural-de-pos-graduação-em-atencao-primaria-a-saudeUnimed Sorocaba realiza aula de pós-graduação em APS
TESTE 2http://portalantigo.unimedfesp.coop.br/teste-2TESTE 2
SAC Presencial está de casa novahttp://portalantigo.unimedfesp.coop.br/sac-presencial-esta-de-casa-novaSAC Presencial está de casa nova
Oficinas de MBE iniciam os estudos de 2016http://portalantigo.unimedfesp.coop.br/oficinas-de-mbe-iniciam-os-estudos-de-2016Oficinas de MBE iniciam os estudos de 2016

+ Ver todas as notícias

COPYRIGHT

Copyright © 2019 - Unimedfesp.com.br - Aviso geral de privacidade e proteção de dados Rua José Getúlio, 78/90 - Aclimação - São Paulo - SP - CEP 01509-000 - Tel:(11)2146-2500 

CERTIFICAÇÃO

Unimed Fesp 2016