Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 

SAC: 0800 -772 3030   |
HTML do menu mobile
Navegar para Cima

Skip Navigation LinksUrologista-da-Unimed-Prudente-fala-sobre-cancer-de-prostata-

Urologista da Unimed Prudente fala sobre câncer de próstata

Se descoberto no início, os tratamentos são mais eficazes

24/11/2020 17:34 | Última Atualização 24/11/2020 18:34

​Diariamente, 42 homens morrem em decorrência do câncer de próstata e, aproximadamente, 3 milhões vivem com a doença no Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde. O mês de novembro foi escolhido para lembrar a importância do diagnóstico precoce e despertar a conscientização sobre a realização anual de exames. 

Quem fala mais sobre a importância do movimento do Mês de Combate ao Câncer de Próstata é o urologista da Unimed Presidente Prudente, Dr. Ravísio Israel dos Santos Junior. “Nós, homens, também precisamos estar atentos a nossa saúde. Depois do câncer de pele, o câncer de próstata é o mais frequente. Por isso, é importante, anualmente, fazer um check-up e diagnosticar o tumor inicial”, destaca. 
 
Segundo o médico, o câncer de próstata não apresenta sintomas quando está na fase inicial. Porém, se descoberto a tempo, possui 90% de chances de cura. Os principais sintomas, que aparecem já em fase avançada, são: dor ao urinar, dor óssea, vontade de urinar com maior frequência e sangue na urina ou esperma. 
 
“Por que vou ao médico se não estou sentindo nada? Porque o tumor é assintomático, por isso é necessário estabelecer uma rotina de exames, iniciando entre os 45 e 50 anos. O exame é simples, rápido e indolor, não dura mais que 15 segundos. E é complementado pelo PSA - análise de sangue que mede valores do antígeno prostático. Quando alterados recomenda-se a realização de biópsia que dará a confirmação”, expõe Ravísio. 
 
Como o câncer de próstata é uma doença silenciosa, o urologista recomenda que homens que tenham histórico deste tipo de tumor na família, além de obesos e negros, iniciem os exames a partir dos 45 anos. “Se necessário tratamento, este poderá ser feito por meio de injeções, radioterapia ou cirurgia. E, mais uma vez, eu reforço: quanto antes descoberta a doença, maior a chance de cura”, completa o médico. 
Outras Notícias

 

 

Unimed Sorocaba realiza aula de pós-graduação em APShttp://portalantigo.unimedfesp.coop.br/unimed-sorocaba-realiza-aula-inaugural-de-pos-graduação-em-atencao-primaria-a-saudeUnimed Sorocaba realiza aula de pós-graduação em APS
TESTE 2http://portalantigo.unimedfesp.coop.br/teste-2TESTE 2
SAC Presencial está de casa novahttp://portalantigo.unimedfesp.coop.br/sac-presencial-esta-de-casa-novaSAC Presencial está de casa nova
Oficinas de MBE iniciam os estudos de 2016http://portalantigo.unimedfesp.coop.br/oficinas-de-mbe-iniciam-os-estudos-de-2016Oficinas de MBE iniciam os estudos de 2016

+ Ver todas as notícias

COPYRIGHT

Copyright © 2019 - Unimedfesp.com.br - Aviso geral de privacidade e proteção de dados Rua José Getúlio, 78/90 - Aclimação - São Paulo - SP - CEP 01509-000 - Tel:(11)2146-2500 

CERTIFICAÇÃO

Unimed Fesp 2016